Provérbios 1:4

Para dar aos simples prudência e aos jovens, conhecimento e bom siso.

Play Audio

Porque Deus inspirou e Salomão escreveu o livro de Provérbios? Parte da resposta está aqui (Pv 1:1-4). Estes provérbios fornecem subtilezas para pessoas simples e, conhecimento e discrição para um homem jovem. Todos os homens nascem simples, ignorantes e tolos; se não houver correção e instrução eles ficarão perplexos e serão punidos pela vida. Mas o sábio Pregador registrou, em frases curtas, as suas observações e o que aprendeu para ensinar sabedoria para a vida.

As pessoas simples têm pouco entendimento ou sabedoria. Eles são tolos, crédulos, ingênuos, bobos e estúpidos. Falta-lhes habilidade para rápida e acertadamente discernir, compreender, analisar e escolher com sabedoria. Os preciosos provérbios de Salomão podem dar subtileza ou prudência a tais pessoas, que é a habilidade apurada para rapidamente perceber, entender e julgar questões, mesmo quando as distinções são mínimas. Homens sutis são bem informados, habilidosos e sábios. Ó glória!

Os jovens chegam ao mundo como bebês. Não sabem nada. Eles se aimentam como cachorrinhos mamando, e precisam de fraldas para protegê-los. Levam um ano para andar, mais um para falar e outro para usar um pinico. Aos cinco aprendem a andar de bicicleta e aos dezoito muito mal dirigem um carro. Eles sonham em casar com uma "top model", jogar futebol, e dirigir uma Ferrari. Aos vinte eles são tolos, ingênuos, impulsivos, infantis. Falta-lhes temperança (auto disciplina) e experiência.

Eles jogam intensivamente e dormem muito, mas acham o trabalho difícil e longo! Quando eles trabalham muito, eles não sabem como trabalhar com esperteza. Eles gastam dinheiro, mas não sabem poupá-lo. Eles instantaneamente avistam mulheres atraentes, mas não conseguem distinguir o caráter. Eles podem arranjar uma mulher, mas não sabem como conduzi-las. Podem gerar um filho, mas não têm a mínima ideia sobre como treiná-lo. Eles conseguem arrumar dinheiro, mas não sabem como investi-lo.

O que acontece com esses jovens tolos e ignorantes? Adultério, bancarrota, crime, dívida, depressão, doença, divórcio, drogas, embriaguez, briga, cadeia, casamentos dolorosos, pornografia, pobreza, desemprego, empreendimentos vãos, e morte prematura! Tudo que poderia ser evitado aprendendo e praticando os maravilhosos provérbios de Salomão. Ó glória!

O conhecimento aqui é saber o que é apropriado, eficaz, piedoso, lucrativo, correto e seguro. É conhecer a Deus, temê-Lo e saber que Ele é galardoador daqueles que o buscam diligentemente. Tal conhecimento não vem do mundo; tem que vir do céu; e Deus nos dá através do livro de Provérbios. Os jovens precisam deste conhecimento.

A discrição distingue entre o certo e o errado. Ela sabe como, quando, e quando fazer ou deixar de fazer alguma coisa. Ela percebe a situação e tira vantagem das suas oportunidades ou evita os seus perigos. Ela sabiamente distingue e separa fatores em qualquer matéria de forma a julgar seu mérito e moralidade. Os jovens necessitam de discrição para corrigir suas tolices e inexperiência.

Jovem, você precisa destes provérbios. Sem eles você vai se dar mal na vida e nunca vai chegar a ser o que poderia com eles. Com eles você pode se tornar grande aos olhos de Deus e dos homens de bem. Você pode vir a ser verdadeiramente bem sucedido e próspero! Estas lições não são difíceis. Você tem que fazer um investimento diário para aprendê-los bem, reter a sabedoria deles e aplicá-los na sua própria vida em decisões e situações específicas.

Pai, você não sabe o que ensinar aos seus filhos? Ensine e eles os provérbios de Salomão! Eles foram inspirados e escritos com este objetivo. Tudo o mais que você aprendeu na vida só vale na medida em que está em de acordo com Provérbios e o restante da Bíblia. Aquilo que Benjamim Spock e a NEA (associação nacional de editores norte americanos) acreditam que deve ser ensinado é uma tragédia. Ensine a eles a sabedoria inspirada do céu para a mútua felicidade e prosperidade da sua família.

Se você acha que já é sutil, bem informado e discreto, então estes provérbios não são para você. Você é um tolo e um zombador, enganando a si mesmo e se auto justificando, e você vai encontrar sua sorte muito em breve. Deus, sabedoria e homens sábios rirão da sua calamidade (Pv 1:20-32). Se você acha que é alguma coisa, quando você não é nada, você simplesmente mentiu para si mesmo (Gl 6:3). Dê glória a Deus e arrependa-se da sua ignorância!

Mas se você chega admitindo sua simplicidade e necessitado de conhecimento e de discrição, então estes provérbios são para você. Pela graça de Deus e diligente aplicação destas regras à sua vida, você poderá vir a ser excepcionalmente sábio e livrar-se do caminho dos tolos. O que você vai fazer hoje? Pois o dia de hoje é o primeiro dia do resto da sua vida, e poderá ser o último! Você nunca conseguirá recuperar este dia para aplicar o seu coração à sabedoria.